Código : 9197
EAN : 7898938795814

Conecte 2 HDDs de 2,5” em seu computador, utilizando o que há de mais novo em tecnologia SATA e RAID. Com suporte acoplado dispensa o uso as baias do gabinete.

Onde Comprar

A Placa PCI Express - 2 Portas SATA III / RAID possibilita conectar 2 HDDs de 2,5” em seu computador, utilizando o que há de mais novo em tecnologia SATA. Desenvolvida com suporte acoplado na própria placa para instalação dos discos rígidos, sem a necessidade de utilizar as baias do gabinete. Possui também a função RAID com a finalidade de ganhar segurança e desempenho.

A nova interface SATA III (Serial ATA Revisão 3.0) proporciona benefícios imediatos de desempenho e eficiência em sistemas existentes. O aumento substancial da taxa de transferência para 6Gbps, permite que os dados sejam transferidos com a metade do tempo que costumavam gastar na versão SATA II (3Gbps). SATA III é garantia de maior velocidade para acessar arquivos de fotos, vídeos e músicas, fazer backup em menor tempo além de reduzir o tempo de download para o banco de dados.

Comparativo com as versões SATA:

Compatível com SATA I e SATA II. A nova interface SATA III utiliza cabos e conectores padrão SATA, os mesmos utilizados nas versões anteriores.

RAID 0 (somatório dos HDDs) - torna o sistema de discos mais rápido
2 HDDs funcionam como se fossem 1

RAID 1 (espelhamento de HDD) - torna o sistema de discos mais seguro
1HDD é a cópia do outro (backup)

Interface SATA
Conexão SATA 2 portas SATA III (até 6Gbps) para HDD de 2.5" e SSD de 2.5"
Compatível com Serial-ATA 3.0
Velocidade de comunicação Até 6Gbps, 3Gbps e 1.5Gbps
Chipset Marvell 88SE9128
HDDs compatíveis HDD SATA III (até 6Gbps), SATA II (até 3Gbps), SATA I (até 1.5Gbps) e SSD's
Recursos suportados SATA PHY Gen 1i, Gen 2i, Gen 2m, Gen 2x e Gen 3i
RAID 0
RAID 1
Native Command queuing (NCQ)
Hot-Plug na porta SATA
Modo IDE/AHCI 1.0
Comando ATA e ATAPI
Sistemas operacionais compatíveis
Windows® 32-64 bits: 
 - Microsoft* Windows* XP Home Edition 
 - Microsoft* Windows* XP Professional
 - Microsoft* Windows* XP x64 Edition  
 - Microsoft* Windows* Server 2003 
 - Microsoft* Windows* Server 2003 x64 Edition  
 - Microsoft* Windows* Vista
 - Microsoft* Windows* Vista x64 Edition
 - Microsoft* Windows* Server 2008
 - Microsoft* Windows* Server 2008 x64 Edition
 - Microsoft* Windows* Win7
 - Microsoft* Windows* Win7 x64 Edition
 - Microsoft* Windows* Win8
 - Microsoft* Windows* Win8 x64 Edition
Linux®:
 - Linux Kernel 2.6.19 - Superior (driver já incluso no SO).

atencao
A Placa PCI Express - 2 Portas SATA III RAID não é compatível com HDD de 3.5"

  • Permite transferências mais rápidas;
  • Aumento substancial da taxa de transferência para 6Gbps, o dobro da versão anterior SATA II (3Gbps);
  • Compatível com os mesmos cabos e conectores utilizados nas versões SATA I e SATA II;
  • Desenvolvida com suporte acoplado na própria placa para instalação dos discos rígidos, sem a necessidade de utilizar as baias do gabinete.
A embalagem comtém:

01 Placa PCI Express - 2 Portas SATA III / RAID com suporte para 2 HDDs de 2.5"
01 Cabo LED
01 CD de instalação
01 Manual do usuário

Seu computador deve possuir no mínimo os seguintes requisitos:

  • Desktop com sistema operacional compatível;
  • Placa-mãe com um slot PCI Express X1 revisão 2.0 livre.

1 - Como surgiu o padrão SATA?
O padrão Serial ATA começou a ser desenvolvido oficialmente no ano de 1997 e surgiu a partir de uma iniciativa da Intel junto a 70 empresas, aproximadamente. A ideia foi formada pela previsão de que tecnologias futuras de armazenamento de dados exigiriam taxas de transferência até então não suportadas. A tecnologia SATA surgiu como solução para essa questão sem, no entanto, reverter isso em custo de produção maior, um dos fatores que foram determinantes para a sua ampla aceitação no mercado. Fonte: https://www.infowester.com/serialata.php

2 - Quais são as velocidades do padrão SATA?
A primeira versão do SATA trabalha com taxa máxima de transferência de dados de 150 MB por segundo (MB/s). Essa versão recebeu os seguintes nomes: SATA 150, SATA 1.0, SATA 1,5 Gbps (1,5 gigabits por segundo) ou, simplesmente, SATA I.
Não demorou muito para surgir uma versão denominada SATA II (ou SATA 3 Gbps - na verdade, SATA 2,4 Gbps -, ou SATA 2.0, ou SATA 300) cuja principal característica é a velocidade de transmissão de dados a 300 MB/s, o dobro do SATA I. Alguns discos rígidos que utilizam essa especificação contam com um jumper que limita a velocidade do dispositivo para 150 MB/s, uma medida aplicada para fazer com que esses HDs funcionem em placas-mãe que suportam apenas o SATA I.
Em 2009, foi lançado o conjunto final de especificações da terceira versão da tecnologia Serial ATA, chamada de SATA-III (ou SATA 6 Gbps; ou SATA 3.0). Esse padrão permite, teoricamente, taxas de transferências de até 768 MB por segundo. O SATA-III também utiliza uma versão melhorada da tecnologia NCQ, possui melhor gerenciamento de energia e é compatível com conectores de 1,8 polegadas específicos para dispositivos de porte pequeno. O padrão SATA-III se mostra especialmente interessante a unidades SSD, que por utilizarem memória do tipo Flash podem alcançar taxas de transferências elevadas. Fonte: https://www.infowester.com/serialata.php

3 - O que é PCI-Express?
PCI-Express (ou PCI-E) é um tipo de barramento que foi criado pela Intel em 2004, e se destaca por substituir ao mesmo tempo os barramentos PCI e AGP. Desde seu lançamento praticamente todas as placas de som, rede e principalmente as placas de vídeo passaram a usá-lo na transmissão de dados. Atualmente o PCI-Express está disponível nos seguintes segmentos: 1x, 2x, 4x, 8x e 16x. Estes números têm a ver com o número de “caminhos” utilizados para a transmissão dos dados. Assim, PCI-Express 1x utiliza um caminho; PCI-Express 4x utiliza quatro caminhos e assim por diante. Quanto maior for o número de caminhos, maior é a taxa de transferência de dados, e maior será o tamanho dos slots. Fonte: https://www.tecmundo.com.br/1130-o-que-e-pci-express-.htm

4 - Em que consiste o sistema de RAID?
O sistema RAID consiste em um conjunto de dois ou mais discos rígidos com dois objetivos básicos: tornar o sistema de disco mais rápido (isto é, acelerar o carregamento de dados do disco), através de uma técnica chamada divisão de dados (data stripping ou RAID 0) e/ou tornar o sistema de disco mais seguro, através de uma técnica chamada espelhamento (mirroring ou RAID 1). Fonte: https://www.clubedohardware.com.br/artigos/Tudo-o-Que-Voce-Precisa-Saber-Sobre-RAID/651/2

5 - Como funciona a técnica de divisão de dados (RAID 0)?
Imagine um micro equipado com dois discos rígidos iguais. Em um micro comum, sem RAID, um disco é acessado independentemente do outro. Na técnica de divisão de dados, os dois discos rígidos farão parte de um mesmo conjunto, fazendo com que o micro "pense" que os dois discos rígidos é um só disco maior. Se os dois discos são de 20 GB, então o micro "pensará" que existe um disco rígido único de 40 GB instalado no micro. Na hora de gravar um arquivo no disco, o sistema RAID irá dividir esse arquivo entre os dois discos rígidos, gravando metade do arquivo em um disco e a outra metade do arquivo no outro disco. Tudo isso é feito sem que o usuário perceba. Fonte: https://www.clubedohardware.com.br/artigos/Tudo-o-Que-Voce-Precisa-Saber-Sobre-RAID/651/2

6 - Mas qual é a vantagem disso?
Vamos supor que você esteja gravando um arquivo de 200 KB. No sistema de disco tradicional, esse arquivo terá de ser gravado por inteiro em um só disco, usando o único canal de comunicação existente. No caso da divisão de dados, esse arquivo será dividido em dois arquivos de 100 KB, sendo que cada um será gravado em um dos discos existentes ao mesmo tempo. Ora, como um arquivo de 100 KB demora a metade do tempo para ser gravado em um disco que um arquivo de 200 KB, a velocidade de acesso ao disco rígido dobrou! Fonte: https://www.clubedohardware.com.br/artigos/Tudo-o-Que-Voce-Precisa-Saber-Sobre-RAID/651/2

7 - Como funciona a técnica de espelhamento (RAID 1)?
O espelhamento, também chamado RAID 1, faz com que o conteúdo de um disco rígido seja inteiramente copiado para outro disco rígido, de forma automática. Ou seja, se você montar um sistema desse em seu micro, o segundo disco rígido será cópia fiel do primeiro disco. Se o seu disco rígido principal queimar, o segundo entra em ação automaticamente.
O espelhamento é um backup automático feito por hardware, aumentando a segurança do seu micro. É claro que esse sistema não dispensa o backup (já que pode acontecer de os dois discos rígidos queimarem ao mesmo tempo, embora essa probabilidade seja muito baixa - mas existe), mas realmente dá uma enorme sensação de segurança para aqueles que não podem perder de maneira alguma os dados presentes no disco rígido. O mais legal do espelhamento é que ele é feito por hardware automaticamente pela placa-mãe ou placa controladora, não sendo necessário nenhum tipo de configuração no sistema operacional para que o backup seja efetuado (o sistema "acha" que só há um disco rígido no micro). Fonte: https://www.clubedohardware.com.br/artigos/Tudo-o-Que-Voce-Precisa-Saber-Sobre-RAID/651/2

Drivers

Foto Código Produto Versão Data Driver
foto 9197 9197 - Placa PCI Express - 2 Portas SATA III / RAID com Suporte para 2 HDDs de 2.5 Windows® XP/ Server 2003 - 2008/ Vista /Win 7 /8 (32 Bits - 64 Bits) 02/02/2016 download

Manual
ImagemHD